Circulação é a movimentação ordenada e contínua de um corpo, seja ele qual for. Nosso corpo apresenta diversos sistemas circulatórios cada qual com a sua função específica e quando se encontram em equilíbrio, nos proporcionam bem-estar.

Podemos interferir negativa e positivamente nesse sistema. Um deles, o sistema sanguíneo, possui uma influência direta com nosso movimento. Se nos movimentamos pouco, o sangue pode circular menos e em um dia muito quente você irá perceber que seu corpo pesa mais ou que está levemente inchado. Se nos movimentamos muito, rapidamente percebemos um aquecimento geral, o suor excessivo e até a pele apresentando uma coloração mais avermelhada.

Isso é o nosso organismo respondendo aos estímulos. Interessante não?

Agora, se você mantém uma rotina diária de exercícios, seu corpo estará facilmente preparado para as alterações, e assim, resistirá mais tempo em boas condições frente a exercícios ou movimentações excessivas.

Mas lembre-se! Tudo em excesso não é legal, então descubra e respeite seus limites.

Pensando em nossa circulação sanguínea, nosso corpo possui duas ‘bombas’  que fazem com que o sangue não pare e não deixe de exercer suas funções. Uma dessas ‘bombas’ é o Coração, onde nossa rotina de exercícios irá atingi-lo indiretamente, mas irá beneficiá-lo. A outra ‘bomba’ são os músculos da panturrilha. Sim, isso mesmo! Eles são como nosso segundo coração. Ao caminhar ou movimentar os pés, colocamos eles em funcionamento, e assim, com sua força, o sangue que desceu irá conseguir subir e terminar o seu trajeto de circulação pelo corpo.

O movimento de ‘fazer ponta de pé’ é um dos movimentos mais indicados para todos aqueles que sofrem de patologias circulatórias ou para nós que buscamos uma movimentação ativa saudável.

Hoje te proponho como exercício circular os pés. Vamos dar mais atenção aos seus movimentos? Experimente conhecê-los e descubra os mais diversos movimentos que ele apresenta, e o quanto pode ajudar na nossa circulação sanguínea.

Faça movimentos como se desenhasse um circulo no chão, para todas as direções, de tamanhos variados. Faça movimentos como os de uma bailarina que facilmente se levanta nas pontas dos pés. Movimente os dedos dos pés como um bebê que acaba de descobrir o quão interessante eles podem ser.

Faça sentado, em pé, como desejar. Vamos circular os pés para que nossa circulação consiga realizar com perfeição seu trabalho.

Desejo a você uma circulação ativa. Dos pés a cabeça!

 

Texto:  Maísa Pessoa  |  60 +

(JA, Dez18)