Celebrado em 26 de julho, o Dia dos Avós tem como intuito homenagear essas figuras que não medem esforços para cuidar e proteger os seus netos. Durante a infância é muito comum que elas auxiliem na nossa criação, reforçando a importância dos hábitos favoráveis à saúde, em especial, os de higiene bucal, como a escovação e a passagem do fio dental, apesar dos mimos açucarados sempre oferecidos por eles.

Dar a atenção devida à cavidade oral é fundamental para garantir qualidade ao sorriso por toda a vida. No entanto, segundo dados da Pesquisa Nacional de Saúde – PNS, cerca de 41,5% das pessoas acima de 60 anos já perderam todos os dentes, grande parte delas por conta da ausência de uma rotina adequada de limpeza dos dentes ao longo de sua vida.

Queren Azevedo, consultora da GUM, marca americana de cuidados bucais, afirma que na terceira idade o zelo com a cavidade bucal deve ser redobrado, pois existem fatores que contribuem para o enfraquecimento dos dentes e da gengiva. Abaixo, a especialista lista os cuidados imprescindíveis na rotina de higiene oral dos idosos. Confira:

  • Hidratação em primeiro lugar

Pessoas mais velhas geralmente costumam se queixar de secura na boca. ‘Esse mal pode ser ocasionado por medicamentos ou por algum distúrbio de saúde’, explica Queren. Para amenizar o problema, a consultora recomenda ingerir bastante água, para que assim estimule a produção de saliva e, consequentemente, minimize o mau hálito, a sensação de boca seca, e a proliferação de microrganismos na boca, causadores de cáries, gengivite e candidíase bucal. ‘Caso persista, o ideal é que procure a ajuda de um profissional para a indicação de um tratamento mais adequado’, recomenda.

  • Cuide da alimentação

‘O consumo de alimentos ricos em fibras, grãos, frutas, verduras e legumes, auxilia a manter os dentes saudáveis. Além disso, é muito importante evitar alimentos que são muito açucarados, porque, na ausência de uma limpeza eficiente, podem acabar provocando cáries muito mais facilmente do que na população mais jovem’, afirma.

  • Atenção à gengiva

A gengivite é um problema que afeta indivíduos de todas as idades, porém, para aqueles que se encontram acima dos 50 anos, ela pode se tornar mais comum. Queren explica que isso pode ocorrer devido a diversos fatores: ‘alimentação, higiene bucal ineficiente, doenças sistêmicas, estresse, fumo e determinados medicamentos podem influenciar no surgimento do problema’, comenta.

Sendo assim, a especialista reforça sobre a necessidade de se atentar com a limpeza da região. ‘independentemente de se estar utilizando prótese dentária ou não, é muito importante realizar uma boa escovação todos os dias, após as refeições. O uso de fio dental e enxaguante bucal também é fundamental’, recomenda.

  • Higienize bem a prótese dentária

O processo de limpeza das próteses requer cuidado e atenção. A consultora indica que ela seja sempre bem enxaguada, para remover todos os resíduos de alimentos. ‘A escovação deve ser feita com sabonete neutro, pois o uso de creme dental pode danificar o material. Além disso, o ideal é optar por uma escova com cerdas macias, ou uma opção específica para a limpeza desse objeto’, aponta.

Na hora de dormir, a especialista recomenda guardá-la em um recipiente com uma solução de limpeza própria para próteses, ou com água fresca. ‘Dessa forma, evita-se qualquer dano à prótese, e se previne a contaminação por bactérias.

Além disso, é importante a visita regular ao dentista para verificar a adaptação da prótese, evitando acúmulo de sujeira, e que a mucosa acabe machucada. Para a higiene dessa região, uma boa indicação é o uso de palitos flexíveis de silicone como os Soft-Picks’, finaliza.

 

 

Fonte: Isabella Córdoba | Sunstar GUM

 

(JA, Jul21)

 

,