Sempre que ensino medicina clínica para estudantes de medicina do quarto ano, faço a seguinte pergunta:

– Quais são as causas da confusão mental nos idosos?

Alguns respondem: ‘Tumores na cabeça’.

Eu respondo: Não!

Outros sugerem: ‘Os primeiros sintomas da doença de Alzheimer’.

Eu respondo novamente: Não!

A cada rejeição de suas respostas, eles se sentem frustrados.

E ficam de queixo caído quando informo a causa mais comum:

– Desidratação

Pode parecer uma piada; mas não é.  A última causa é insuspeita e muito importante.

Pessoas com mais de 60 anos geralmente param de sentir sede e, consequentemente, param de beber líquidos.

Quando ninguém está por perto para lembrá-los de beber líquidos, eles rapidamente ficam desidratados.

A desidratação é grave, e afeta todo o corpo. Pode causar fraqueza muscular, cansaço, apatia, falta de motivação, confusão mental abrupta, queda da pressão arterial, aumento das palpitações cardíacas, angina (dor no peito). Em casos muito extremos, coma e até morte.

Esse hábito de esquecer de beber líquidos começa aos 60 anos, quando temos pouco mais de 50% da água que deveríamos ter em nosso corpo.

Pessoas com mais de 60 anos de idade têm uma menor reserva de água. Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.

Mas há mais complicações. Embora estejam desidratados, não têm vontade de beber água, pois seus mecanismos internos de equilíbrio não funcionam muito bem.

Conclusão

As pessoas com mais de 60 anos desidratam-se facilmente, não só porque têm menos abastecimento de água; mas também porque não sentem a falta de água no corpo.

Embora as pessoas com mais de 60 anos possam parecer saudáveis, a realização de reações e funções químicas pode danificar todo o corpo.

Então aqui vão dois alertas:

  1. Adquira o hábito de beber líquidos. Os líquidos incluem água, sucos, chás, água de coco, leite, sopas e frutas ricas em água, como melancia, melão, pêssego e abacaxi; Laranja e tangerina também funcionam.

O importante é que, a cada duas horas, você deve beber algum líquido.

Lembre-se disso!

  1. Alerta para familiares: oferecer líquidos constantemente para pessoas com mais de 60 anos. Ao mesmo tempo, observe-os.

Se você perceber que eles estão recusando líquidos e, de um dia para o outro, estão irritáveis, sem fôlego ou desatentos, esses são quase certamente sintomas recorrentes de desidratação.

Você está inspirado a beber mais água agora?

Fonte: Arnaldo Liechtenstein, Dr. | Agenda Arte e Cultura

 

(JA, Fev22)